TAP confirma o cancelamento de 400 voos até ao final do ano

por: Zita Ferreira Braga

 Ramiro Sequeira, Chief Operating Officer da TAP afirmou que a companhia vai cancelar cerca de 400 voos até ao final do ano

,
.A afirmação daquele responsável veio confirmar a previsão do sindicato dos pilotos, contestada pela companhia na conferência de imprensa de apresentação de resultados a 02 de Novembro.

Nós vamos cancelar cerca de 400 voos até ao final do ano”, afirmou  Ramiro Sequeira  à “RTP”, acrescentando que são cancelamentos “proactivos para cuidar do nosso cliente, para minimizar a disrupção no próprio dia, algo que é bastante importante, e que infelizmente tem acontecido algumas vezes”.

Por outro lado, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) tinha já emitido um alerta no final de Outubro "com uma previsão de que a TAP iria cancelar 400 voos até ao final do ano, uma vez que 40 pilotos e 110 tripulantes de cabine colocaram licenças de parentalidade para o mês de Dezembro".


Dias depois, na conferência de imprensa de apresentação de resultados, que teve lugar  a 02 de Novembro, a CEO da TAP, Christine Ourmières-Widener, recusou confirmar o número de 400 voos cancelados até ao final do ano, dizendo que havia “alguns cenários”, mas a decisão ainda não estava tomada.

 

A responsável e executiva indicou que o número de pedidos de ausência por assistência à família tinha subido este ano, ficando 10% acima do período homólogo do ano passado.

No final da mesma semana, a 05 de Novembro, a TAP anunciou em comunicado a hipótese de cancelamento até sete voos por dia entre 15 de Novembro e o fim do ano, o que significava que admitia cancelar mais de 300 voos até ao final do ano.

Hoje, 17 de Novembro, em declarações à “RTP”, o administrador da TAP com o pelouro das operações e ex-CEO interino, Ramiro Sequeira, confirmou que serão cancelados cerca de 400 voos.

Também e ainda hoje à “SIC Notícias”, aquele responsável ilembrou que, até ao final deste mês, os cancelamentos se devem- à “mudança do sistema de controlo aéreo” e, ainda que depois, a partir de dia 06 de Dezembro até dia 08 de Janeiro será “um período crítico para os colegas controladores de Marselha, o que vai afectar não só os voos com destino a França, mas também alguns sobrevoos”.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade