Air France propõe 167 destinos para este Inverno

por: Zita Ferreira Braga
Air France propõe 167 destinos para este Inverno
Aviação

Para o Inverno de 2023/2024 a Air France propõe 167 destinos

Depois de uma época de Verão de grande actividade, a Air France prossegue  a expansão da sua rede global

  Assim, nste Inverno de 2023-2024 (de Novembro de 2023 a Março de 2024), aquela  companhia aérea voará para 167 destinos – 84 de longo curso e 83 de curto e médio curso –, operando a níveis próximos dos registados noIinverno de 2019, com uma capacidade de 98% face à oferecida em 2019 em termos de lugares-quilómetro disponíveis nos voos de longo curso. Todos estes destinos podem ser alcançados a partir de Lisboa ou do Porto via o hub de Paris-Charles de Gaulle (CDG).  

A oferta da Air France em Portugal mantém-se estável neste Inverno de 2023-24 face a período homólogo, sendo propostas 28 frequências/semana entre Lisboa e Paris-CDG e sete entre o Porto e o hub da companhia em França. Esta oferta será complementada pela da sua parceira KLM, que prossegue os seus voos entre Lisboa ou o Porto para o hub da companhia em Paris-Charles de Gaulle (CDG). 

O grupo continua também a oferecer voos directos em codeshare com o seu parceiro da joint venture transatlântica, a Delta Air Lines, a partir de Lisboa para Nova Iorque-JFK e Boston.

O inverno de 2023-2024 é marcado por um aumento de 20% da capacidade para a América do Norte face a 2019. Durante este período, a Air France opera até 212 voos por semana para 20 destinos nos Estados Unidos, Canadá e México. Raleigh-Durham (Carolina do Norte) juntou-se à rede da Air France este segunda, 30, com três voos semanais em aviões Boeing 787-9. Raleigh-Durham é o 14º destino da Air France nos EUA este iInverno. Além disso, a companhia aérea está a estender o seu serviço de Otava à época de Inverno.
A rota de Otava foi inaugurada em Junho e os voos são assegurados num Boeing 787-9. Os serviços para Dallas, Vancouver, Boston e Montreal estão a ser reforçados através de mais frequências ou de aviões de maior capacidade. Por último, numa homenagem aos seus 90 anos, a Air France está a renumerar, desde este domingo, 29 de Outubro, os seus voos entre Paris-Charles de Gaulle e Nova Iorque-JFK. A esse nível, os voos AF015 e AF022 passam a assumir os números AF001 e AF002, os números míticos de voo do Concorde até 2003.

Mais a sul, a Air France está a reforçar os seus serviços para a América Central e do Sul com a introdução de um serviço diário para San José (Costa Rica) num Airbus A350-900. O serviço para Bogotá (Colômbia) também é operado em Airbus A350-900, aumentando a capacidade dessa rota. Nas Caraíbas, a Air France inaugura, a 1 de dezembro próximo, uma nova rota entre Pointe-à-Pitre (Guadalupe) e Saint-Martin – um voo semanal num Airbus A320. O número de destinos servidos pela Rede Regional das Caraíbas da Air France sobe assim para 7: Belém (Brasil), Cayenne, Pointe-à-Pitre, Fort-de-France, Saint-Martin, Miami e Montreal.

A Air France prossegue ainda o aumento da sua oferta de/para a Ásia. Embora ainda abaixo dos níveis de 2019, a capacidade está a aumentar 60% face ao inverno de 2022-2023, impulsionada pela China e Japão. A companhia aérea mantém os voos diários para Pequim, Xangai e Hong Kong durante o inverno, e acrescenta um segundo voo para Tóquio-Haneda. Este inverno, a Air France efetua até 16 voos semanais para os dois aeroportos de Tóquio. Por último, estão a ser retomados os voos diários para Banguecoque (Tailândia), e o destino receberá até 10 voos por semana durante os meses de pico, em janeiro e fevereiro de 2024.

Desde este domingo, 29 de Outubro, a Air France voa para Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), no âmbito de uma colaboração com a Etihad Airways. Os voos são diários e efectuados num Airbus A350-900. O serviço para o Dubai tem 14 voos por semana, operados num Boeing 777.

Em África, a Air France passa a ter voos diários para Nairobi (Quénia) e as viagens para Dar Es Salaam (Tanzânia), iniciadas em junho em continuação do serviço para Zanzibar (Tanzânia), são estendidas ao inverno.

De saleintar que Devido a questões de segurança, os voos de/para Niamey (Níger), Bamako (Mali) e Ouagadougou (Burkina Faso) permanecem suspensos até nova indicação.

A Air France está a prosseguir a introdução das suas mais recentes cabines de longo curso, instaladas progressivamente em 12 aviões Boeing 777 300 ER e agora também nos Airbus A350-900.

No âmbito da subida de gama da Air France, este novo produto, disponível nas classes Business, Premium Economy e Economy, constitui o novo standard de viagem da companhia. Este inverno, está disponível em determinados voos para Nova Iorque-JFK, Nova Iorque-Newark, Boston, Rio de Janeiro, Banguecoque, Dakar, Tóquio-Haneda, Hong Kong, Seul-Incheon, Xangai e Joanesburgo.

A novidade nas viagens de médio curso neste inverno será o reinício das ligações sazonais entre o aeroporto de Paris-CDG e Tromsø (Noruega, com dois voos por semana a partir de 28 de Outubro de 2023), Rovaniemi (Finlândia, três voos por semana a partir de 02 de Dezembro de 2023, e até sete voos por semana durante as férias de Natal), Kittilä (Finlândia, um voo por semana a partir de 23 de Dezembro de 2023) e Innsbruck (Áustria, um voo por semana a partir de 23 de Dezembro de 2023).

A oferta para Cracóvia (Polónia) é alargada à época de Inverno, com três voos/semana num Embraer 190.

Neste momento, os voos de/para Telavive (Israel) continuam suspensos até 15 de novembro.

A Transavia France, filial low-cost do Grupo Air France-KLM, voa para 84 cidades em 26 países este inverno. É, uma vez mais, a primeira companhia aérea low-cost a operar a partir dos aeroportos de Paris.

Os detalhes sobre voos, dias de operação e preços podem ser consultados em airfrance.pt e transavia.com.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways

Actualidade