Em 2024 espera-se que quem opere em Heathrow, aumente bastante o uso de SAF

por: António Manuel Teixeira
Em 2024 espera-se que quem opere em Heathrow, aumente bastante o uso de SAF
Viral Hog

O Governo britânico perde a oportunidade de apoiar a SAF (combustível de aviação sustentável) na Declaração do Outono, enquanto os mercados da UE e dos EUA estão em alta.

No próximo ano, espera-se que as companhias aéreas que operam em Heathrow aumentem significativamente a sua utilização de SAF devido à extensão de três anos do programa de redução de carbono do aeroporto. Em 2024, um montante substancial de 71 milhões de libras será atribuído às companhias aéreas como incentivo, com o objectivo de atingir uma meta de até 2,5% de utilização de SAF no total de combustível para aviação consumido no maior aeroporto do Reino Unido. Se esta iniciativa, for bem sucedida, representará a substituição de aproximadamente 155 000 toneladas de combustível de aviação por SAF.

Ao reduzir a diferença de preço entre o querosene e o combustível sustentável para a aviação (SAF), a iniciativa visa incentivar as companhias aéreas a optarem pela sustentabilidade, tornando-o assim uma opção viável para a aviação comercial. O regime estabeleceu o objectivo de reduzir até 341 755 toneladas de emissões de carbono equivalente dos voos em 2024, prevendo uma diminuição de 70% das emissões de gases com efeito de estufa. Esta redução é equivalente a mais de 568 000 viagens de ida e volta entre Heathrow e Nova Iorque.

Até 2030, o aeroporto londrino estabeleceu o objectivo de atingir 11% de SAF, aumentando gradualmente o incentivo todos os anos.

O aeroporto considera a integração da SAF no seu abastecimento de combustível como um marco crucial na redução das emissões de carbono, uma vez que se esforça por atingir o objectivo de zero emissões líquidas até 2050.

Ao utilizar matérias-primas como o óleo alimentar usado e vários tipos de resíduos, o SAF apresenta uma alternativa ecológica ao querosene tradicional à base de combustíveis fósseis. Esta tecnologia inovadora já alimentou numerosos voos, resultando numa poupança significativa de carbono de até 70% ao longo do ciclo de vida. Nomeadamente, a SAF pode ser integrada sem problemas nas aeronaves existentes, mesmo com uma mistura até 50% e potencialmente 100% no futuro, sem exigir quaisquer modificações nas infra-estruturas ou nos motores das mesmas.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways

Actualidade