AHRESP discute, em Coimbra, Sustentabilidade: Utopia ou Sobrevivência?

por: António Manuel Teixeira

O Convento de São Francisco estará cheio para receber, nos dias 14 e 15 de Outubro, o Congresso da AHRESP, com a participação especial de Luis Marques Mendes.

Será em Coimbra que a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) terá a sua Reunião Magna.

Segundo o Diário de Notícias Carlos Moura pretende "lançar um programa para ir buscar trabalhadores lá fora, mas de forma organizada, com contratos de trabalho de média e longa duração". O presidente da Associação, confirmou na apresentação do Congresso, que vários restaurantes "já reduziram até a capacidade em sala por falta de trabalhadores. É um problema do país".

Estes e outros temas vão estar em debate no Congresso, encontro em que a associação quer lançar A Tasca. "Os espanhóis têm La Bodega e os italianos La Trattoria, precisamos de materializar esta identidade única da nossa comida", noticiou o DN, referente às palavras do líder da AHRESP.

A Secretária-Geral da entidade disse, numa entrevista ao DN, "O acordo, que antecedeu a apresentação do OE2023, vem definir um quadro macroeconómico bastante optimista num momento de grande incerteza global".

Para Ana Jacinto: "As estimativas das organizações internacionais apontam para um 2023 de forte retracção no consumo, que irá impactar directamente nas actividades económicas da restauração, bebidas e alojamento, pelo que urge um quadro de apoio robusto".

O Congresso vai decorrer no Convento de São Francisco, em Coimbra, onde são esperados mil participantes.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade