Sonae Capital abre quarta unidade hoteleira na cidade do Porto com investimento de 20 milhões de euros

por: Tomás Ribeiro da Silva
The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel
The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel

“The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel”, a mais recente unidade hoteleira do Sonae Capital, que abriu entre a Avenida dos Aliados e a Rua Almada, na cidade do Porto.

A nova unidade hoteleira resulta de uma parceria a FVC Group (developer) e a SC Hospitality, uma das unidades de negócio da Sonae Capital. O Hotel está inserido numa zona bastante consolidada da Cidade Invicta, a Avenida dos Aliados, traçada no início do século XIX, e a Rua do Almada, cuja traça remonta ao final do século XVIII.

Na junção dos dois edifícios, encontra-se um ponto de encontro para as áreas sociais que correspondem ao hotel, com a criação de um caminho entre a Avenida dos Aliados, que é caracterizada por ser bastante turística e a Avenida Almada caracterizada pelo vida local.

“The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel” é um hotel de cinco estrelas que se posiciona no segmento de luxo, destinado aos momentos de lazer e “city breaks” que usufruem da localização central na cidade e proximidade a pontos de interesse, como os bairros das artes ou a movida portuense.

O primeiro polo do hotel destinado aos hóspedes tem a sua entrada principal na Avenida dos Aliados, e apresenta um passado revisitado, reinterpretado, que se expressa através do uso de materiais nobres, naturais, aliado a um desenho de pormenorização atento ao existente. Isto acontece, pois foi sempre o objectivo de dotar o edifício com as qualidades reconhecidas, dado o contexto em que está inserido, puxando pela urbanidade sumptuosa do que o rodeia.

O segundo polo encontra-se mais à escala da cidade, e tem a sua entrada pela Rua Almada que se liga directamente a um bar com um conceito marcante, funcionando quase como montra do restaurante para a mesma rua. A junção destas características na Rua Almada faz com que esta seja uma localização premium no meio de duas das melhores partes da cidade do Porto, onde de um lado está a Avenida mais requintada, com vários hotéis de luxo, e do outro a “night life”, assim como todos os espaços procurados pelos habitantes locais.

O hotel quer recriar uma tradição da vivência boémia e de consumo local do Porto de outras épocas. Essa é uma das razões pela qual o hotel está localizado nesta zona, uma zona onde a convivência com os costumes, pelo mergulho no coração do Porto marcado pelo comércio, pela gastronomia típica, pelo sotaque, pelos hábitos que marcam as diferentes horas da cidade.

O hotel foi elaborado baseado num passado elegante, com um pensamento cuidado e sempre a usar mutuamente o espaço público e ambiente residencial como referências. Os quartos e suites foram decorados com tons fortes destacando peças de decoração e pormenores nos acabamentos que remetem o visitante para outras décadas da História.

Existe um total de 68 quartos que se dividem em oito categorias cozy, standard, city view, superior city view, Aliados view, superior Aliados view e Suite Aliados. Estas categorias obedecem às cores e desenhos consoante a rua para a qual estão virados.

O “Editory Boulevard Aliados” expressa uma mensagem provocatória. Assumindo o desafio dos cinco sentidos, ao mesmo tempo o conceito é surpreender, criar mistério e curiosidade sobre os alimentos servidos e respectivas conjugações improváveis.

O ambiente do restaurante é caracterizado por juntar o conceito de cabaret e clube nocturno. Afirma-se num contexto de inspiração circense com pormenores burlescos que remetem para o registo vintage em constante provocação. Existe ainda um certo Erotismo na mensagem dos sabores apresentados na carta, com assinatura do Chef André silva. Tem capacidade para 50 pessoas e funciona diariamente ao almoço, entre as 12:00 e as 14:30, e ao jantar entre as 19:00 e as 00:00. O bar está aberto durante todo o dia e tem uma capacidade para cerca de 30 lugares. É constituído por uma carta de cocktails originais, inspirados no tema que define o espaço: o burlesco.

A decoração do hotel está muito ligada à arte. Ao longo dos espaços encontram-se todo o tipo de peças conhecidas de artistas. Esta arte foi escolhida pela Ding Dong. Por exemplo, no bar existem dois morais criados pela artista portuguesa Sofia Torres. cuja criação se estende às obras originais presentes nos quartos. Na entrada, o visitante é recebido com uma fotografia de grandes dimensões do fotógrafo Pedro Lobo, enquanto no lobby, a Natureza Morta a Óleo de Ricardo Leite e a tapeçaria Jacarandá de Ding Dong por Ferreira de Sá impõem uma presença forte, mas igualmente elegante.

Num corredor existe uma colagem por parte do artista Jorge Ramos e um acrílico em tela de Filipe Garcia. À entrada do bar, existe uma fotografia de Mónica Menez e uma escultura de João Galrão. No piso -1, está exposta uma fotografia em suporte metálico de Teresa Marques dos Santos que partilha o mesmo espaço com outra fotografia pela autoria de Pedro Lobo.

Outras obras em destaque são as peças de artesanato, que evolvem máscaras tradicionais de Lazarim, uma sinalética desenhada com colaboração do atelier de cerâmica FAM, Feito à Mão, os azulejos do saguão feitos manualmente e sob encomenda para o efeito pela FAM, os tapetes de Monsaraz desenvolvidos pela Fabricaal para o projecto, entre outros pontos de referência que apresentam o valor patrimonial de peças produzidas em Portugal.

Estando localizado na zona central da cidade, a mobilidade pedestre realiza-se com facilidade para qualquer ponto importante que esteja nas imediações. Perto do bar, o hotel dispões de uma piscina exterior aquecida, algo introduzido na oferta exclusiva na hotelaria de luxo da cidade. No piso -1 encontra-se um ginásio que funciona 24 horas por dia e ainda dispõe de duas salas destinadas a reuniões, onde juntas podem agregar 30 pessoas.

The Editory Collection Hotels é uma das marcas que se baseia muito nos quatro eixos de actuação que moldam o serviço, o produto e estrutura do Grupo Hoteleiro. The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel possuí a hospitalidade na personalização do serviço com detalhes muito particulares que diferenciam a estadia de cada hóspede. O local onde se encontra é muito homenageado, sendo que as melhores sugestões são seleccionadas paraconhecer o Porto nos tempos livres, captando sinergias com agentes locais que acrescentam valor às experiências da cidade e dando a conhecer os sabores, os recantos e as curiosidades que distinguem um destino único de viagem.

Os standards de sustentabilidade definidos pelo grupo estão muito presentes. Desde o combate ao desperdício até à redução de consumos energéticos, o hotel arrisca numa economia circular e pequenas acções diárias, que em cada clienteinfluenciam consciências e atitudes que contribuem para um projecto conjunto de protecção ambiental.

Para mais informações clique AQUI.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade