Ministro da Economia demite Rita Marques, com Nuno Fazenda de Almeida pronto para ocupar a cadeira

por: António Manuel Teixeira
Ministro da Economia demite Rita Marques, com Nuno Fazenda de Almeida pronto para ocupar a cadeira
Secretaria de Estado do Turismo

O ministro da Economia, António Costa e Silva, decidiu demitir a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques e o secretário de Estado da Economia, João Neves.

Depois de ter sido reconhecida internacionalmente na Comissão Executiva da Organização Mundial do Turismo, que ocorreu em Marraquexe, o Correio da Manhã lançou uma notícia onde mencionava que Rita Marques tinha sido acusada  por usurpação de poderes referente ao Bingo portuense da Trindade.

Ao que O Turismo PT apurou a decisão que levou à demissão deveu-se ao apoio que a demissionária manifestou nas redes sociais às declarações de Pedro Siza Vieira, contraditórias ao actual ministro. A então secretária de Estado via o "aumento da dedução de lucros retidos e reinvestidos” como uma boa escolha. Assumiu “trabalhar para reforçar os capitais próprios das empresas e melhorar o autofinanciamento”. E acrescentou que o Orçamento do Estado para 2023 "seja claro nessa ambição”.

Posteriormente à Lusa reconheceu que "seria bom uma descida transversal do IRC, sendo que a redução de cada ponto percentual da taxa tem um impacto na receita de cerca de 100 milhões de euros". Acrescentou, ainda, que “estas matérias são discutidas de forma colectiva, em sede própria, no Conselho de Ministros. Afirmando:"O senhor primeiro-ministro há de ter a última palavra, aliás, tem a primeira, a última, sempre”.

A cadeira não vai ficar fria, pois já foi apresentado ao Presidente da República o nome de Nuno Fazenda de Almeida. É doutorado em Planeamento Regional e Urbano (Instituto Superior técnico), com um mestrado em Gestão de Politicas Ambientais (Universidade de Aveiro) e Licenciatura em Turismo (Universidade do Algarve). Tem 46 anos e é deputado, pelo Partido Socialista, desde 2019, é Professor convidado da Universidade Católica Portuguesa (desde 2011) e Perito Centro Mundial de Excelência dos Destinos (2008 - 2022). Exerceu o cargo de Director do Departamento de Gestão de Programas Comunitários no Turismo de Portugal (2014 - 2019), já com Luis Araújo como presidente do Instituto Público. Foi, também, Vogal não executivo do Conselho Directivo da Fundação Coa Parque (2017 - 2019).

Até à data pertenceu às Comissões de Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação, de Educação e Ciência [Suplente], Ambiente e Energia e Subcomissão para o Acompanhamento dos Fundos Europeus e do PRR [Presidente].

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade