Fórum Oceano e Câmara de Comércio Luso Chinesa assinam Memorando de Entendimento

por: Zita Ferreira Braga
Fórum Oceano e Câmara de Comércio Luso Chinesa assinam Memorando de Entendimento
Forum Oceano

O Fórum Oceano e a Camara de Comércio Luso-Chinesa (CCILC) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU)

O Fórum Oceano e a Camara de Comércio Luso-Chinesa (CCILC) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) com o objectivo de reforçar a experiência e o conhecimento da CCILC sobre a Economia Azul, ao mesmo tempo que irá permitir ao Forúm Oceano o acesso ao mercado chinês. Entre as áreas com mais potencial de desenvolvimento da através da cooperação entre as duas entidades, destacam-se a Tecnologia e o Turismo, no setor da Economia Azul.


O MoU foi assinado por Ruben Eiras, Secretário-Geral do Fórum Oceano e Carlos Cid Álvares, Presidente da delegação de Macau da CCILC, numa sessão de matchmaking de negócios realizada na passada sexta-feira em Macau, organizada conjuntamente pela CCILC e pelo Fórum Oceano.

As duas organizações irão também programar e receber actividades, sessões de matchmaking e outras entre empresas chinesas, interessadas no desenvolvimento da Economia Azul em Portugal e empresas portuguesas que procuram oportunidades de negócio na China, incluindo Macau, Guangdong e Hong Kong.

"Portugal, Mainland China e Macau podem trabalhar em conjunto nas áreas como a Tecnologia, Turismo, Portos e Navegação, tendo em vista o desenvolvimento da Economia Azul. Embora esta última seja geralmente entendida como actividades económicas relacionadas com o ambiente marinho, possui uma interdisciplinaridade que envolve áreas de Energia, Transportes, Transporte Marítimo, Biotecnologia, Saúde, soluções para Clima e Portos, Turismo e Defesa, entre outras", referiu Ruben Eiras, Secretário-Geral do Fórum Oceano.

 
Já no que refere à parceria entre a China Continental, Portugal e Macau na área da Economia Azul, o Secretário-Geral do Fórum Oceano identificou a Tecnologia e o Turismo como as áreas ideais para cooperação. “As empresas chinesas são muito fortes na área digital, incluindo o recente desenvolvimento da inteligência artificial e do blockchain. Portugal também tem um ecossistema vital em tecnologia. Os Portos e o Transporte Marítimo, bem como a Biotecnologia, são outros campos potenciais para cooperação a curto e longo prazo. A China tem muito a ensinar a Portugal na área da biotecnologia”, conclui o Secretário-Geral do Fórum Oceano.


"Muitas empresas portuguesas estão a ter bons resultados nas áreas da economia azul e dos assuntos ambientais. Existe potencial para formarem joint ventures com empresas de Macau para fazerem negócios na Grande Baía”, acrescentou Carlos Cid Álvares, Presidente da delegação de Macau da CCILC.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways

Actualidade